segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

ARROZ DE MÍSCAROS


 Este é um prato envolto em muita polémica como todos sabemos, pelas notícias que surgem nesta altura do ano, no entanto é muito apreciado na minha zona, muitas são as pessoas que fazem kms (especialmente até à zona da Gândara) na tentativa de encontrarem este fungo para degostarem á sua mesa.
Estes foram apanhados nos pinhais junto à Praia de Mira, MAS FICA A NOTA SE NÃO CONHECE NÃO APANHE.

"Míscaro é o nome vulgar utilizado pelas populações rurais para identificar várias espécies de cogumelos silvestres comestíveis existentes um pouco por todo o país.
Na Gândara, dá-se o nome de míscaros aos cogumelos da espécie Tricholoma flavovirens, que brotam nos solos arenosos dos pinhais, logo após as primeiras chuvas de Outono.
Nessa altura, famílias inteiras vasculham os pinhais, esgravatando o solo, continuando um hábito que parece ter tido origem na Idade Média, quando foi descoberto o carácter comestível de alguns cogumelos.
Também nas feiras e mercados da região é possível encontrar-se à venda este fungo, popularmente conhecido por míscaro amarelo, muito apreciado quando confeccionado nomeadamente em pratos de arroz.
A recolha desenfreada dos míscaros, sem respeito pelas boas práticas de colheita e a destruição de outros cogumelos que, apesar de não comestíveis, têm papel importante na manutenção da biodiversidade dos pinhais pode estar na origem da diminuição da produção.
Tendo os míscaros, como todos os cogumelos, papel importante na decomposição da matéria orgânica e, portanto, no fornecimento de nutrientes às raízes dos pinheiros, o seu desaparecimento pode afectar o equilíbrio do pinhal."
(in Independente de Cantanhede, 08/11/2007)


 Vamos então à receita!!!

INGREDIENTES:

2 dentes de alho
1 cebola
1 folha de louro 
azeite, pimenta em pó, vinho tinto e sal q.b.
1 raminho de salsa
míscaros q.b.
1/2 chouriço de carne
1 tira de entremeada 
1 tira de entrecosto (tipo costelas)

PREPARAÇÃO: 

Refogue num tacho o azeite com os alhos picados, o louro, a salsa e a cebola picada até que esta fique macia, junte chouriço de carne cortado em pedacinhos pequenos e deixe refogar. Junte toucinho cortado em tirinhas e o entrecosto também cortado e continue  a refogar. Depois junta-se os cogumelos cortados, previamente descascados e muito bem lavados, deixe apurar. Por último, junta-se ainda uma pequena quantidade de vinho tinto e continua a ferver. Verifique de sal e tempere com pimenta em pó.
Junta-se a água e quando as carnes estiverem cozidas, junta-se o arroz e deixa-se cozinhar, Apague o lume um pouco antes de o arroz estar cozido e tape o tacho para acabar de cozinhar.
O arroz deve ficar bem soltinho.
 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Obrigada pelo vosso comentário